21 outubro 2018

Como num filme - Lauren Layne | Resenha

As regras são claras... até o momento em que são quebradas. Neste livro da série Recomeços, conheça a história de Ethan. As únicas coisas que o mauricinho Ethan e a rebelde Stephanie têm em comum são o curso de cinema na Universidade de Nova York e o roteiro que precisam desenvolver juntos. Mas, quando a proposta de recriar clássicos de Hollywood se confunde com a realidade, eles acabam se tornando os protagonistas de uma história de amor digna de Oscar! Ela quer um quarto confortável em uma boa casa. Ele quer ficar longe de sua ex. Eles precisam de uma boa nota. Convencidos a ajudar um ao outro, os dois entram em um acordo: Stephanie será a namorada de mentirinha de Ethan enquanto ele a deixa morar em seu apartamento. Para isso, ela deverá fingir ser uma perfeita lady: discreta, arrumadinha e, claro, completamente apaixonada… igualzinha à personagem do filme que estão criando. Contudo, à medida que os dois se aproximam, Ethan se vê completamente apaixonado pela garota cheia de mistérios e contradições ao seu lado. Agora, ele vai ter que decidir: será que seus sentimentos são pela Stephanie de verdade? Ou apenas pela versão que ele criou?
Jovem adulto | 224 páginas | Editora Paralela

Stephanie Kendrick é uma estudante de cinema da Universidade de Nova York. Ela se matricula em um curso de verão para conseguir ficar na universidade, o problema é que seu dormitório está passando por reparos e voltar para a casa do pai, na Carolina do Norte, é impensável. Assim que descobre que seus planos de ficar na casa de uma prima não dão certo, Stephanie precisa arranjar um lugar para ficar o quanto antes.

Ethan Price é um garoto de ouro, riquinho e mimado pra cacete, mas os últimos acontecimentos em sua vida tem feito com que ele queira se rebelar, nem que seja um pouquinho. Ele resolve então declinar o convite do pai para estagiar na empresa da família e se inscreve para um curso de verão de artes, mesmo que ele não saiba absolutamente nada sobre o assunto. No primeiro dia de aula, ele acaba trombando em uma garota que vinha andando desenfreada pelo corredor. A garota toda vestida de preto não lhe passa despercebida, ainda mais quando lhe lança faíscas pelo olhar. Ao invés de Ethan se desculpar pelo encontrão, ele acaba a fazendo passar mais raiva ainda e pronto, a animosidade entre os dois surge de vez.
Só que para desespero de Stephanie, Ethan está cursando a mesma matéria que ela e acaba sendo sua dupla em um trabalho para criar um roteiro de um filme. Eles então resolvem apostar no velho clichê de Pigmaleão, que se baseia em um homem dar um banho de luxo e mudar a aparência de uma mulher pra ela se passar por sua namorada, o que vira palco de fundo pro romance acontecer já que Ethan precisa estar acompanhado de uma "nova namorada" nos eventos da família para que sua mãe pare de o jogar em cima de Olivia, sua ex.

Mas o roteiro desse filme não está realmente pré-definido já que Ethan passa a gostar dessa nova versão de Stephanie que ele criou. Mas será que ambos estão só desempenhado um papel ou o amor resolveu brincar com esses dois?

Consegui o e-book de Como num filme através do NetGalley depois de uma indicação da Tami, do Meu Epílogo (obrigada, yeah!). Assim como Mais que amigos e Em pedaços, eu fiquei encantada com mais essa obra da Lauren Layne. Pra quem não sabe, esse segundo livro conta a história de Ethan, o ex-namorado de Olivia, personagem do primeiro livro (Em pedaços). Porém, ao meu ver, esse livro poderia ter sido lido primeiro porque fica melhor para entendermos as motivações de Olivia no outro.
Stephanie é uma garota que esconde quem ela realmente é debaixo das roupas pretas e da maquiagem forte. Mas sua personalidade não deixa a desejar nesse quesito. Ela é uma menina que não mede palavras, vive do sarcasmo e por isso seus diálogos com Ethan são os melhores. Além disso esconde um segredo que permeia boa parte da narrativa. Eu adorei a personagem porque ela se parece muito comigo quando mais nova, além disso entendo como é tentar ser totalmente diferente daquilo que um dia já foi só pra tentar um novo começo.

Ethan é o completo galã de livros e filmes. Rico, bonito, ele é uma versão não tão foda do Dean Di Laurentis de O jogo, além de ser um completo clichê. Ele tem problemas com a mãe e o pai, mas não passa de um garoto rico e mimado. Mas por trás dessa fachada toda de arrogância, existe um garoto gentil que já está cansado de tudo isso e de fingir tanto.

O livro fala muito sobre estereótipos e a imagem que os personagem passam pras pessoas. De um lado temos uma garota revoltada e amargurada, do outro temos o mocinho rico e popular, mas vamos percebendo que nem tudo é realmente aquilo e que as aparências realmente enganam.
Como eu adoro um livro de gato e rato, onde os opostos se atraem, foi fantástico ver a relação de Ethan e Stephanie chegar no “algo mais”. A tensão sexual já existe, mas como ambos são cabeças duras, demora uma baita de tempo pra que eles enfim assumam seus sentimentos. Eles como casal são muito fofos, tem uma compatibilidade impressionante mesmo que ambos acreditem que por serem tão diferentes nunca dariam certo juntos. Foi impossível não shipar e torcer por eles.

O livro é tão gostoso de ler assim como os demais da autora que eu terminei em um único dia. Como num filme tem um enredo e personagens carismáticos, além de ter um desenvolvimento muito divertido e mesmo com clichês, consegue cativar rapidamente o leitor. Eu amei e quero muito ler os demais livros da série!

8 comentários:

  1. Oi, Mika!
    Estou doida para ler Em Pedaços, porque li Mais Que Amigos e adorei.
    Amei a Lauren Layne e o modo que ela escreve.
    Só não li Em Pedaços ainda porque tive que dar uma pausa nas minhas leituras, mas já voltei.
    :D
    Adorei saber que esse é tipo um início dele.
    Tão bom quando a gente se envolve tanto e lê bem rapidinho, né?
    <3

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Teca
      Esse livro foi uma descoberta e tanto, eu amei! Algumas pessoas não gostaram de Em pedaços, mas eu não tenho do que reclamar. Espero que você finalize a leitura e goste!

      Excluir
  2. Oi, Mi!
    Tenho zero vontades de ler Em Pedaços, mas fiquei bastante interessada em ler esse. Vou já dar uma olhada no NetGalley.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu
      Muita gente não curtiu o primeiro livro, eu até gostei mas concordo que esse é melhor.

      Excluir
  3. Oi Mi, sua linda, tudo bem?
    Eu também adoro um gato e rato, gosto quando os personagens se provocam até confessarem o que sentem um pelo outro, risos. Esse é um dos assuntos mais importantes que existem em minha opinião. Precisamos aprender desde crianças a conquistar nosso espaço sendo nós mesmos, e às vezes é muito difícil, as pessoas, não importa a idade, tendem a ser cruéis umas com as outras. Por isso como defesa ou por se sentirem acuados, muitos acabam fingindo ser o que eles querem ou o que é aceito pelos padrões. Já vi que irei me emocionar e me apaixonar por eles. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    https://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cila
      Tenho certeza que você vai se divertir muito com essa história, eu gostei muito, o casal é perfeito e a narrativa também.

      Excluir
  4. Olá!
    Nunca tinha ouvido falar da autora mas pela sua resenha parece ser um bom livro
    Beijos
    https://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thayná
      Eu super indico essa obra! Espero que se divirta muito.

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤