28 novembro 2018

Músicas que falam sobre homossexualidade

Sempre faço playlists para vocês com as músicas que mais gosto de ouvir no Spotify, e recentemente estava ouvindo algumas que tinham letras bem impactantes, principalmente sobre a homossexualidade, a auto aceitação e o amor. É óbvio que eu faria uma play indicando essas músicas para vocês, até porque elas refletem a causa LGBT, inspiram pessoas e transmitem muitas situações que elas passam para conseguir vencer o preconceito, a discriminação e a homofobia.

Primeiramente começamos com o hino do Johnny Hooker, Flutua, que já foi uma música indicada para vocês. A letra fala sobre dois rapazes que resolvem se assumir diante dos pais, de Deus e de todos. A música prega o amor e o fato de que ninguém pode dizer quem devemos amar.
Baby, eu já cansei de me esconder / De olhares, sussurros, com você / Somos dois homens e nada mais / Eles não vão vencer / Baby, nada há de ser em vão / Antes dessa noite acabar / Dance comigo a nossa canção
I want to break free é um clássico do Queen e fala também sobre auto aceitação e esse momento de descoberta que os LGBTQ passam até entenderem de fato quem são e se assumirem. A música é uma composição que reflete nada menos que Freddie Mercury, cantor gay muito famoso que ainda inspira muitas pessoas por aí (e ainda me surpreende que algumas pessoas não soubessem que ele era gay).
Eu me apaixonei pela primeira vez / E desta vez eu sei que é de verdade / Eu me apaixonei, yeah / Deus sabe, Deus sabe que me apaixonei / É estranho mas é verdade / Eu não consigo superar o jeito que você me ama como você faz / Mas tenho que ter certeza / Quando eu sair por aquela porta / Como eu quero ser livre, baby
Ainda falando sobre se aceitar como é, temos Lady Gaga com sua música Born this Way falando exatamente sobre isso. A música pode ser interpretada de várias formas, seja para dar auto estima àquelas pessoas que não se sentem satisfeitas com seus corpos, ou no caso dos homossexuais que se recriminam por amar pessoas diferentes do que a sociedade prega. Gaga aponta que devemos nos amar do jeito que somos e não nos arrependermos disso, e que amar alguém diferente não deve ser considerado pecado.
Ouça-me quando eu digo / eu sou bonita do meu jeito / Porque Deus não comete erros / Eu estou no caminho certo, baby Eu nasci assim / Não se esconda em arrependimento / Apenas ame a si mesmo e está pronto
Na religião do inseguro / Eu devo ser eu mesmo, respeitar minha juventude / Um amante diferente não é pecado / Acredite no capital H-I-M (ei ei ei) / Eu amo minha vida Eu amo esse disco e / Mi amore vole fe, yah / eu sou bonita do meu jeito
Same Love é composição do rapper Macklemore com participação do Ryan Lewis e tem uma letra que fala profundamente com quem ouve. O rapper conta a história de um garoto que na 3ª série já começa a perceber que é diferente e fala sobre sua jornada até a auto aceitação.
Para quem gosta do mesmo sexo tinha as características / Os conservadores de direita pensam que é uma decisão / E você pode ser curado com algum tratamento e religião / Man-made, religação de uma pré-disposição. Brincando de deus / Ahh, aqui vamos nós
E eu não posso mudar / Mesmo que eu tentasse / Mesmo se eu quisesse / E eu não posso mudar / Mesmo que eu tentasse
Apesar de fofa, Lily Allen também consegue ser bem incisiva e agressiva quando quer, e aquele single antigo chamado Fuck You também deu muito o que falar. É basicamente um foda-se a todos os racistas e preconceituosos que disseminam o ódio no mundo.
Olhe dentro / Olhe dentro da sua pequena mente / Agora olhe um pouco mais / Porque nós somos tão pouco inspirados / Tão doente e cansado de todo o ódio que você abriga / Então você diz / Não há problema em ser gay / Bem, eu acho que você é apenas um mal / Você é apenas um racista que não pode amarrar meus cadarços / Seu ponto de vista é medieval / Foda-se você / Foda-se muito, muito
E quem disse que os bissexuais não tem voz? A música Stereo de Ana Carolina retrata a bissexualidade da própria cantora, que é uma das mais defensoras do poliamor.
Tudo me interessa, tudo tem mistério / Sou devota da paixão  / Menina e menino, pego em stereo / Mas não venha grudar, não!
E como a causa LGBTQ é uma constante luta por direitos e respeito, é óbvio que não seria fácil. A música do Hozier, Take me to church, tem uma letra forte e fala justamente sobre essa dificuldade em se assumir, principalmente na igreja onde a religião prega que os homossexuais são errados e até doentes porque simplesmente amam alguém diferente. O cantor faz uma dura crítica ao fanatismo religioso contra gays e insinua que a igreja é um santuário de mentiras. Hozier é heterossexual mas é a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo.
‘Nós nascemos doentes’, você os ouviu dizer isso / Minha igreja não oferece absolutos / Ela me diz 'adoração no quarto' / O único paraíso para o qual serei enviado / É quando estou sozinho com você / Eu nasci doente, mas eu amo isso
Espero que tenham gostado da indicação e lembrem-se que respeito se ganha com respeito. Devemos amar o nosso próximo, independente de quem são ou como são.

9 comentários:

  1. Olá, Miriã.
    Como não sou muito de ouvir musicas eu só conhecia do Queen que acho que não existe pessoa no mundo que nunca ouviu hehe. E eu vi essa treta do povo que não sabia que ele era gay e só descobriu no filme hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil
      Eu escuto tanta que dá pra fazer playlist de tudo ahsuasahsu esse povo é louco. O cara viveu tem quase uns 50 anos e o pessoal se faz de desentendido aff.

      Excluir
  2. Oi Miriã!
    Gostei bastante desse post. Eu já tinha ouvido I want to break free, mas não sabia que trazia esse tema. Não manjo nada de inglês, por isso... kkk Sobre a treta do povo que não sabia que o Freddie era gay, estão tudo doido né? Nem eu que não conheço muito, não escuto, sabia disso... Querem biscoito, só pode. rs
    Ana Carolina maravilhosa ♥
    As demais músicas não conhecia, já vou escutar :)
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kamilla
      Acho que o povo se faz de burro né haha eu já tinha ouvido muito I want to break free e o clipe tem tudo a ver com a trama.

      Excluir
  3. Oi Miriâ.
    Das músicas que indicou só conhecia a do Super, mega e talentoso Freddie Mercury, que infelizmente nos deixou cedo demais! Também gosto muito da Ana Carolina, sou doida para ir a um show dela.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lia
      Eu queria ter conhecido melhor a banda Queen mas não posso deixar de dizer o quanto ele foi talentoso né.

      Excluir
  4. Muito interessante esse post e essa seleção. Gostei, e algumas músicas eu não conhecia ainda..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Monique
      O bom é que você pode conhecer várias músicas bem legais.

      Excluir
  5. EU AMO UMA LISTA E AMO UMA LISTA ATIVISTA. Que coisa mais linda, Miriã. ♡ Já conhecia todas essas músicas, são composições incríveis que tocam muito o nosso coração, né? Mas devo confessar que Flutua tem um lugarzinho especial em mim. A letra, a voz, o clipe... Tudo me encantou desde a primeira vez. ♡

    Sabrina Santiago | www.mocadecasa.com

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤