Fixed - Emma Louise | Resenha


He's my best friends brother.She's not over her ex.Elliott.I should have seen it coming, my world being shattered by the man that was supposed to love me. But I didn't and now I'm trying to find the pieces of me he left behind.
Duke.I can't fix her, not when I'm just as broken as she is. I should leave her alone, she's too good for me. But, fighting the attraction that pulls us together is getting harder every day.It doesn't take long until we're a tangle of limbs and pleasures.No promises are made, no guarantees.Just a vow to keep our hearts out of the bedroom.Simple, right?Except, now we both have to try and avoid getting cut on each other's broken parts.
Durante doze anos Elliot foi casada com Pete, o pai de suas filhas. Sendo uma esposa troféu, ela aceitava todas as suas desculpas e traições. Mas depois que pegou Pete transando com sua irmã, aí as coisas se complicaram. Mas ao invés de erguer a cabeça e sair dessa situação, foi Pete quem pediu o divórcio pouco meses depois.

Mesmo tendo implorado e se humilhado para ele não dar o divórcio, Elliot acaba se vendo mãe solteira de duas gêmeas. Agora ela precisa recomeçar e se reencontrar como mulher, já que sua auto estima foi toda embora ao longo dos anos que esteve casada e foi descobrindo as traições do ex-marido.
Nada vai tirar a dor de ver a minha vida como eu conheço desmoronar para nada na frente dos meus olhos.
Exceto que tudo era mentira. O homem que eu amava, o pai maravilhoso, era uma fachada. 
Poppy, sua melhor amiga, cede sua antiga casa para Elliot morar com as filhas. Enquanto isso, Duke, o irmão mais velho de Poppy acaba de chegar na cidade e resolve ficar na antiga casa da irmã até conseguir organizar as coisas no trabalho. Qual é sua surpresa quando acaba encontrando Elliot lá com todas as suas coisas e em uma situação bem comprometedora?

Depois que as explicações são feitas, Elliot convence Duke a ficar um tempo na casa já que tem um quarto sobrando. Mas virar vizinha de quarto de um homem lindo desses é algo difícil para Elliot fazer. Desde que o conheceu anos atrás, ela sempre sentiu uma atração por ele, mas por já estar namorado Pete na época, ela nunca se permitiu ir mais longe com ele, assim como Duke, que teve seus próprios motivos para manter-se afastado da melhor amiga da irmã.
Ah, sim, eu tenho uma queda pelo irmão mais velho da minha melhor amiga.
Mas agora Elliot está solteira e bem ali na sua frente. Será que ambos conseguirão resistir a inevitável atração que existem entre eles?
Fixed é o segundo livro da série Flawed Love e segue o mesmo estilo do primeiro livro: simples, leve e gostosinho de ler. Elliot é uma personagem muito amável, a situação dela com o ex-marido é bem difícil e aprender a lidar sozinha depois de tantos anos dependendo de alguém se mostra mais complicado do que ela achou que seria. Mas aos poucos ela vai se encontrando e conseguindo aceitar as coisas. Obviamente que a achei uma trouxa no primeiro momento, por aceitar as traições do marido e etc, mas no lugar de Elliot é bem difícil tomar decisões grandes quando se é dona-de-casa e tem duas filhas para cuidar.

Mas desde que começou a ter que lidar sozinha com a vida, Elliot consegue ter um grande crescimento. No começo é bem difícil e a personagem logo admite o quanto se sente fraca e entristecida com toda a situação na qual se encontra, e foi daí que eu me conectei mais ainda com ela. Términos são sempre complicados, independente das circunstâncias, e o fato da personagem se permitir sofrer para depois se reerguer tornou a mais humana.
O que eu não daria para que as coisas fossem diferentes. Para não ser tão quebrada. Para ter algo para oferecer a esse cara incrível. Para valer a afeição que vejo nos olhos dele.
Duke também é um amorzinho de pessoa. Desde sua primeira aparição eu sabia que iria me encantar por ele e foi o meu personagem favorito de toda a trilogia. Ele é fofo e gentil, mas também muito reservado. O homem é mais de ação do que de palavras. Também tem suas inseguranças em relação a Elliot, já que ele tem medo dela voltar para o ex, mas quando admite para si mesmo quanto a ama, ele não fica de mimimi e admite logo seus sentimentos. E também tem a relação dele com Brooke e Bailey, que são as filhas de Elliot, que é a coisa mais linda que já vi. Eles tem uma conexão incrível e me deixou mais ainda encantada por essa obra.

A narrativa é ótima, muito leve e rápida. Com certeza Duke e Elliot foi meu casal favorito até agora e os que mais mereciam um final feliz. Super recomendo!

Flawed Love #2 | 165 páginas | Publicação Independente | Nota: 4/5

26 comentários

  1. Oi, Mi!
    O que dizer desse Pete que eu mal conheço e já ODEIO?? Aff.
    Amo histórias nesse estilo, onde tem uma separação bem dramática e a mocinha cai num relacionamento totalmente diferente e saudável ♥ Já quero ler!!

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi,
    Nossa, eu não sei se teria paciência para ver a Elliot se humilhando pelo marido. Já quero pular logo para a parte que ela se redescobre como mulher, como um ser de valor. Pode ser? rs
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Essa série de livros parece ser bastante agradável de ser lida! Achei a história um pouco clichê, mas, como sempre digo não me importo com esses detalhes. Fiquei bastante curiosa sobre como a protagonista vai curar sua auto estima, se reerguer, afinal, essa última traição do marido foi bem horrorosa, né? Trair com a irmã! E o pior nem foi ela que pediu o divórcio!!!!!!! Fiquei curiosa pra saber como essa história se desenrola ;)
    Beeijos

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Ainda não conhecia esse livro, mas já adorei! Curiosa! Hhahaha. Amei muito seu blog.
    Bisous,
    PEQUENO MUFFIN | LARA REIS | @BLOGPEQUENOMUFFIN

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente o fato de muitas mulheres se comportarem como Elliot é real. Aceitar as traições do marido e não querer o divórcio é o que acontece com muitas mulheres, por causa da relação de dependência, principalmente quando se tem filhos.
    A história parece muito boa, essas questões a qual você pontuou, me fez ficar com vontade para ler.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Miriã.
    Se fosse algum tempo atrás eu também não ia entender as atitudes dela. Mas depois que aconteceu algo parecido com minha irmã que perdoou uma traição porque não tinha renda, morava na casa da sogra e tinha um filho para criar, eu entendo. Ainda acho que faria diferente, mas entendo hehe. Fiquei bem interessada e na torcida de trazerem a trilogia para cá.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi, Mi

    Eita, transar com a irmã da esposa é foda, hein?
    Como são livros bem curtinhos acho que dá pra encarar, mas tu sabe que toda vez que li Elliot na resenha imaginei um homem, seria bem mais interessante. Hahahahah

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Miriã!
    Traições são sempre péssimas mas pegar o marido com a própria irmã deve ter sido um choque e tanto para Elliot, nada mais justo do que ela se permitir sofrer um pouco e depois ter o seu final feliz. De cara já gostei de Duque por ele ser decidido em relação aos seus sentimentos e superar as inseguranças. Estou ansiosa para conhecer o próximo casal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu amo essas histórias curtinhas. São tão despretensiosas e acabam sendo melhores que muitas com zilhões de páginas
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  10. Miriã!
    Essa série tem se mostrado fascinante.
    Fiquei um tanto confusa com a apresentação das personagens, mas depois entendi.
    Temos a tendência de 'julgar' as mulheres que se veem na situação de Elliot e não sabemos de verdade, pelo menos eu não sei porque nunca passei por isso, o que ela deve ter passado e o quanto foi difícil.
    Bom ver que Duke é um homem que vai fazê-la feliz.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  11. Oi
    super fiquei interessa nessa leitura pelo que comentou, pena que é uma historia sem tradução, mas parece ser uma boa leitura e que bom que gostou.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Mi! Tudo bom?
    Falou em romance com clichês bobinhos do gênero e personagens gostáveis: tô dentro. Especialmente se o mocinho for fofo e gentil, é isso que eu quero pras histórias!!!!!!!!

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá, Mi!
    Nunca vi uma sinopse como essa! Mas fiquei extremamente interessada nessa temática, principalmente por tratar de um assunto importante e demonstrar a situação que várias mulheres enfrentam.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  14. Oi Mi, tudo bem? Eu ainda não peguei a série pra ler, mas parece ótima! E ´sempre bom quando a gente se conecta com os personagens, Elliot e Duke parecem adoráveis!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  15. ola Miriã
    sempre vamos achar que reagiriamos diferente da personagem que sofre algo que não aprovamos .mas só quem passou por isso pode entender a situaçao da ELLIOT ,eu não julgo ,nunca passei por isso ,mas tento ver o lado dela , até porque a autora traz um panorama real .Infelizmente ainda isso ocorre na vida real
    que bom que voce se conectou com Elliot ,isso fez toda a diferença

    ResponderExcluir
  16. Já amei a sinopse, juro! Fiquei curiosa pra saber mais...vou procurar por aqui esse e os outros livros que indicaste! ♥

    ResponderExcluir
  17. Que ranço desse Pete e da irmã da moça! Nossa! Adoro essas histórias de romance com o irmão da melhor amiga, mas acho que essa foge do clichê por eles já serem mais velhos, terem outras responsabilidades e ainda terem que morar sob o mesmo teto. Deve ser um ótimo livro! Já quero um Duke na minha vida ahahah
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá! Mas gente dupla traição hein, coitada da Elliot, ainda bem que ela terá seu final feliz e é justamente isso que me fez querer ler ainda mais a história para saber como se dará isso. E ter duas fofuras somadas a isso, só aumentou ainda mais a minha vontade de conhecer a história (risos).

    ResponderExcluir
  19. Oii Mii!
    Pelo que notei os livros dessa serie irá conta a historias de casais diferentes e situações né. Eu adorei bastante, como já falei vou anotar para não esquecer né..

    blog: Tempos Literários

    ResponderExcluir
  20. Ai amiga, não, pelo amor de Deus. Já torci o nariz na hora que vi que ela implorou pro marido não pedir divórcio mesmo depois de tanta humilhação, Deus me livre... Acho que não teria um pingo de paciência. Que bom que pelo menos a personagem se desenvolve com o passar das páginas.

    Beijo!
    https://www.roendolivros.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Ingrid Figueiredo21.7.20

    essa autora parece ser do tipo que possui livros clichês mas gostosinhos de ler, e coitada da Elliot, come o pão que o diabo amassou, triturou e brincou. Cada vez mais aumenta minha ansiedade para essa série (pode se considerar série?) ser traduzida para o Brasil :'(

    ResponderExcluir
  22. Oi!
    Pete é o tipo de homem que já vi em muitos homens por aí, e ainda transar com a cunhada extrapolou os limites.
    Infelizmente para Elliot não deve ser fácil ser sacrificar por causa de suas filhas e manter esse casamento.
    Já estou apaixonada por Duke, que homem maravilhoso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Nossa, que personagem desgraçado é esse Pete, hein?! Fiquei morrendo de pena da Elliot. Adorei ver que, apesar de conter personagens fudid* igual ao Pete, o livro também possui personagens maravilhosos. Pela sua descrição, já vi que o Duke é um homem incrível. Além disso, Elliot é bastante guerreira.

    ResponderExcluir
  24. Oi Mika!
    Você gostou mesmo dessa série, né? hahaha Achei a proposta de serem livros curtos interessantes, mas o enredo desse eu não aguento, não. Se fosse dar uma chance, daria mesmo ao primeiro dessa série.
    Os Delírios Literários de Lex
    Participe do Top Comentarista de Julho ♥

    ResponderExcluir
  25. As atitudes da protagonista me confundem um pouco mas pelo visto vc curtiu mt a serie. Boa leitura de qualquer forma

    ResponderExcluir
  26. Oii,
    Que história fofa.
    Amo histórias de superação, apesar de que é muito triste uma mulher ter que passar pelo o que a Elliot passou.
    Mas que bom que ela reencontrou o Duke que parece ser um cavalheiro.
    Já quero.
    Bjs

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤
Comentários PLAGIADOS NÃO SERÃO ACEITOS!

Capítulo Treze. Design by Berenica Designs.