Capítulo Treze

books and geek world

Mika
Oi gente! Aqui quem fala é a Mika. tenho 22 anos e estou terminando o curso de Administração da UnB (amém!). Eu adoro livros, especialmente os romances. Amo me perder nas histórias acompanhada de uma boa xícara de café.

Kane - L.A. Casey | Resenha

Aideen Collins é um espírito livre. Ela é sincera e dura como unhas, mas ela tem que ser depois de crescer em uma casa cheia de homens. Família significa tudo para Aideen. Sua família é composta por seus quatro irmãos, seu pai e seu grupo de amigos selvagens. Aideen é protetora de sua família, não há muita coisa que ela não faria para mantê-los seguros.Kane Slater é uma alma torturada. Literalmente. Ele é incompreendido pelas pessoas, até mesmo temido por elas graças às cicatrizes que marcam seu rosto e corpo. Ele aprecia seu medo porque as pessoas que te temem não querem te conhecer. Ele gosta de seu círculo limitado a seus irmãos e suas namoradas, mas um espinho de uma rosa irlandesa é cavado ao lado de Kane, e seu nome é Aideen Collins.Aideen e Kane não se dão bem ... de jeito nenhum. Aideen é a única mulher que se levanta para Kane e joga sua besteira de volta para ele sem medo de machucá-lo. Kane é o único homem que pode ver através do exterior duro de Aideen. Ele conhece seus segredos mais profundos e sombrios. Eles não suportam um ao outro, mas querem um ao outro. Seriamente. Eles escondem sua necessidade por trás de discussões e brincadeiras, mas quando Kane abandona a guarda para todos verem, e sucumbe a uma doença dentro de seu corpo, é Aideen quem se prepara para cuidar dele.Uma doença é a menor de suas preocupações quando um demônio do passado de Kane volta a brincar com ele. Todo mundo na vida de Kane está ameaçado, e com seu corpo lutando contra ele, ele não sabe se a sorte dos irlandeses é suficiente para manter sua família segura e seus demônios à distância.Kane precisa de Aideen, e o que Kane precisa, Kane pega.
Erótico | 376 páginas | Editora Publicação Independente  
Esta resenha contém spoiler do livro

Não é de hoje que Kane Slater e Aideen Collins se detestam. Os dois simplesmente não se suportam e passam o tempo todo discutindo. Kane faz isso porque quer ter Aideen em sua cama, mas a mulher é resistente demais para assumir que quer a mesma coisa. 

Também não é de hoje que Kane tem estado doente. Ele não quer procurar um hospital, suspeita que seja apenas uma gripe, mas um desmaio não somente vai mostrar que sua suposição está errada como vai deixar toda a família Slater preocupada. Agora que descobriram o que realmente Kane tem, ele precisa constantemente tomar sua medicação. O problema é que Kane tem realmente pavor a agulhas e somente Aideen consegue obrigá-lo a tomá-la, o que une mais ainda esses dois.
O que ninguém sabe é que uns três meses atrás, Kane e Aideen acabaram dormindo juntos depois que ambos beberam. A garota faz de tudo para esquecer o que aconteceu, mas o resultado catastrófico disso se transforma em um filho. Agora eles precisam trabalhar juntos para poderem criar a criança e quanto mais se aproximam, mais Aideen se apaixona pelo pai de seu filho. Só que Kane é muito reservado e esconde segredos muito profundos. Seria Aideen capaz de esquecer os problemas de Kane e amá-lo mesmo depois de descobrir o que ele realmente faz?

Kane é o terceiro volume da série Irmãos Slater e veio com todo vapor. Desde o livro de Alec que descobrimos a animosidade e a doença de Kane e Aideen, por isso não é surpresa que o livro comece com esse foco. 

O casal protagonista simplesmente não se suporta e o engraçado é que na verdade tudo isso é tensão sexual. Mas eles são maduros para assumirem isso e ficarem logo juntos? ÓBVIO que não! Enquanto mais brigam, mais vão empurrando com a barriga o inevitável, e é o que logo acontece, resultando em Aideen grávida.
Por muitas vezes achei a personagem muito imatura. Ela tem 28 anos mas nem de longe parece ser ter essa idade. Digamos que Aideen vive como se ainda tivesse lá nos seus 21 anos, e a responsabilidade de ter um filho de repente cai como uma bomba. Foi muito legal ver o amadurecimento dela durante o tempo de gravidez. Dizem que as mulheres mudam quando esperam seu primeiro filho. Ou elas ficam mais responsáveis ou nem isso as fará mudar, mas Aideen graças a Deus deixa a imaturidade de lado e começa a ser mais centrada, até porque beber e sair como uma louca não está mais nos planos quando se espera um bebê.

Kane de todos os irmãos era um dos mais fechados e mais difíceis de entender. Ele é divertido, mas será que tinha mais por debaixo disso? E L.A. Casey não decepciona. Enquanto Dominic era o lutador, Alec o garoto de programa, Kane era o cara que cobrava dívidas. Ou seja, ele agredia as pessoas para elas pagarem suas dívidas. Isso o tornou um homem cheio de cicatrizes, alguém que não consegue conviver bem com outras pessoas e uma pessoa extremamente bruta. E é esse o problema que o personagem vai enfrentar durante a narrativa. Ele precisa controlar sua raiva porque muitas vezes ele se torna agressivo e isso assusta Aideen. 
Apesar de algumas cenas que ele banca o possessivo, ainda consegui gostar mais do personagem do que de Dominic, isso porque mesmo com toda a casca bruta por fora, Kane consegue ser muito sensível e solitário. Quando ele baixa a guarda vemos como o homem verdadeiramente é, e é ao mesmo tempo lindo e muito triste. Esses traços de humanização foram o que me fizeram adorar o personagem porque mostra que ele não é perfeito e que mesmo tendo feito coisas detestáveis, ele ainda tem um bom coração.

E sabe o Dominic? Aquele irmão do primeiro livro? Eu vi que aqui ele amadureceu e muito. Ele não se mostra mais o possessivo que ele era antes. Na verdade ele se mostra muito dedicado a namorada Bronagh e eu comecei a gostar mais dele nesses outros livros do que no próprio livro dele porque pude perceber seu crescimento na série.

Esse livro continua sendo um erótico, mas de todos até agora, ele é o que contém menos cenas de sexo. Talvez seja porque Aideen esteja grávida e o fato deles não terem um relacionamento. Uma das coisas que eu mais gostei além disso foi a postura de Kane quando descobriu que ia ter um filho. É muito comum aqui no Brasil uma transa resultar numa criança e rapidamente o pai sumir. Mas mesmo que Kane e Aideen não tivesse nada mais do que apenas aquela noite juntos, eles se unem e passam a sempre colocar o bebê em primeiro lugar. Talvez o método de Kane protegê-los não seja o mais certo, mas fica impossível não gostar da forma como ele tenta dar segurança e estabilidade para Aideen.
O drama sempre vem por último lugar aqui nessa série e pra mim o desse livro foi o mais interessante até agora. Alguém do passado de Kane vai ressurgir e colocar Aideen em perigo, óbvio, e ele não vai deixar isso barato. O mais legal é que a obra termina bem no meio da treta, com uma cena daquelas. Não é resolvido facilmente como os demais livros da série, por isso precisarei ler o volume 3.5 para saber o que diabos vai acontecer. 

Não vejo a hora de ler também o livro do Ryder, o irmão mais velho de todas e a Branna, irmã de Bronagh. Eles estão juntos desde o primeiro livro mas parece que as coisas entre eles não andam nada bem e eu quero ver pra onde isso vai.

Como podem perceber, essa série tem crescido muito no meu conceito e eu estou adorando as histórias. Espero que os demais livros sigam o mesmo padrão para eu não me decepcionar.

Comentários

  1. Eu ando tão por fora dos livros, que preciso me reconectar com eles novamente.
    Gostei da pegada do livro.
    Me interessei.
    Beijokas

    Quanto Mais Livros Melhor
    Descontos nos presentinhos de Natal!

    ResponderExcluir
  2. I like this author ❤

    ResponderExcluir
  3. É erótico e eu to dando um tempo do gênero, mas não é que super leria pelo enredo? Adoro livros assim, só que não sei se leria os anteriores haha

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde !
    O Natal está próximo e eu não poderia deixar de passar aqui, com um pedido de desculpas pela ausência que muitas vezes se prolonga devido a falta de tempo para navegar em todos os blogs amigos e com os meus votos de um feliz natal!
    Natal é época de felicidade, paz, amor, união, respeito, amizade...
    Neste Natal semeie amor, paz e fraternidade para que no ano novo você colha bons frutos.
    Desejo que nesse Natal seu coração esteja repleto de coisas magicas para que no ano novo ele encha de esperanças e que as alegrias permaneçam em sua vida trazendo realizações, paz e amor para você e toda sua família!
    Boas Festas! Feliz Natal

    ResponderExcluir
  5. Oii Mika

    Me ganhou completamente essa postura madura do protagonista, assumindo o bebê e os dois compartilhando a responsabilidade juntos, ah como seria bom se isso fosse regra e não exceção na nossa realidade.
    Achei muito interessante aliás o foco em uma protagonista grávida, fico imaginando como a trama se conduz à partir disso também.
    Esse negócio do casal que não se suporta mas no fundo no fundo possuem uma tremenda queda um pelo outro é super clichê, mas é um daqueles clichês que adoro e nunca canso de ler, acho que quando bem escrito é divertido e envolvente.
    Enfim, apesar de não estar muito ligada em séries porque agora estou focada em finalizar as muitas séries que ja tenho em aberto, achei essa dica bacana, é um gênero fora da zona de conforto e gostei do Kane só pela resenha...hehe

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Mi, vc vai me acabar fazendo voltar a ler essa série rsrsrs fico feliz que Dominic tenha amadurecido e confesso que gostei bastante do enredo desse volume, adoro uma gravida rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi, Mi

    Eu ri aqui que o cara tem medo de agulha! Eu já ia começar a ler o livro revirando os olhos porque claro, só a Aideen ia conseguir fazê-lo se medicar. Enfim, né?
    No mais, curti que rola uma gravidez e a construção de um algo mais, gosto de acompanhar essa evolução nos relacionamentos pautados na pressão mesmo, mas não leria o livro por causa da minha nova vibe mesmo.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Mi,
    Nem vou falar das capas mais, porque suas resenhas estão mostrando que os livros são mais que isso e estou com vontade de ler.
    Estou precisando de obras assim, gostosas de ler!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Eu estou adorando ver a resenha dessa série aqui no blog! Estou começando a ficar bem interessada nos livros, principalmente no do Alec e nesse. No primeiro ainda tenho uma ressalva, acho que eu iria me irritar muito. De qualquer forma, fico feliz que o Dominic tenha mostrado um amadurecimento nesse.
    Acho que vou dar uma chance... hahaha
    Beijos!

    Our Constellations

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde,

    Não conhecia o livro, mas confesso que não faz meu gênero, mas que bom que gostou....bjs.



    https://devoradordeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤

Formulário de contato