Capítulo Treze

books and geek world

Mika
Oi gente! Aqui quem fala é a Mika. tenho 22 anos e estou terminando o curso de Administração da UnB (amém!). Eu adoro livros, especialmente os romances. Amo me perder nas histórias acompanhada de uma boa xícara de café.

Sexo sem amor? - Vi Keeland | Resenha

Hunter e Nat se conheceram em uma festa de casamento – ele entre os convidados do noivo, e ela, da noiva. A atração era intensa e mútua, mas Nat, depois de seu último e desastroso relacionamento, havia prometido não mais se interessar por homens charmosos, convencidos e lindos de morrer.Até que, certa noite, Hunter aparece na casa da mãe dela durante uma reunião familiar. Ele iria trabalhar durante oito semanas na cidade em que Natalia morava e, então, propôs que passassem esse período transando até não poder mais.Oito semanas de sexo maravilhoso sem compromisso? O que ela teria a perder?“Nada”, pensou. “É só sexo, não amor.”Mas será que isso vai dar certo?
Erótico, romance | 416 páginas | Editora Universo dos Livros 

Hunter e Nat se conheceram na festa de casamento de seus amigos em comum, Derek e Anna. Ambos despertaram um no outro uma irresistível atração que logo acabou com os dois juntos na mesma cama, mesmo que nada tivesse acontecido já que estavam podres de bêbados. Hunter é um homem descompromissado mas que quer a todo custo uma chance de conhecer melhor Nat. Só que Nat não está disposta a confiar em nenhum outro homem, ainda mais um tão bonito e sedutor como Hunter, já basta o seu ex-marido e a enteada que a odeia lhe dando trabalho.

Para despistá-lo, ela acaba lhe dando o número errado de telefone. Nove meses se passam e eles se encontram de novo no nascimento da filha dos dois amigos em comum, só que dessa vez Hunter não deixará Nat lhe passar a perna de novo. Ela agora entrega um número de telefone válido... só que é o da sua mãe.

A brincadeirinha acaba fazendo com que Hunter conheça Bella, a mãe de Nat, que acaba por criar uma amizade entre os dois. Qual foi a surpresa da mulher ao ir jantar na casa de sua mãe e descobrir que Hunter estava lá! Agora que ele vai passar dois meses na cidade para um projeto, não desistirá até conseguir levar Nat para jantar. Ele já esperou demais! O acordo entre eles é se curtirem até esse tempo acabar. Seria somente sexo, nada de amor... mas sabe como é, né?
Sexo sem amor? é o novo lançamento da Vi Keeland aqui no Brasil, e eu claro já fui correndo ler essa história. Aqui senti a mesma sensação que tive com Mister Moneybags. O enredo é bom mas falta brilho, algo que me fizesse ler a história com água na boca. Não quer dizer que o livro foi ruim, pelo contrário, mas acho que a autora tem obras melhores e mais interessantes.

Outra coisa parecida com o outro livro é que o casal demora um pouco pra ficar junto e que tem outras circunstâncias que os impedem de seguir em frente. Não existe ex-namorado, briga de família, ou outras picuinhas que possam separá-los, mas sim as decisões que ambos tomaram lá atrás e que hoje não estão dispostos a abrir mão.

Os capítulos são alternados entre ambos, no caso de Hunter, a maioria deles são narrados há 10 anos atrás. E assim iremos conhecer o que realmente aconteceu com o cara e o porquê dele não querer relacionamentos sério. Apesar de soar clichê, Hunter não é o tipo de babaca que morre se alguém falar em namoro. Ele é bem aberto com seus sentimentos em relação a Nat mas como todo personagem, ele não se deixa levar. Não pelo sentimento e não por medo, mas por outros motivos ocultos que permeiam a história.
Nat é uma mulher bem interessante. Corajosa, afinal, ela cuida da enteada de quinze anos mesmo após o marido ter sido preso, responsável e carismática. É fato que o cu doce que ela faz em não ficar com o Hunter no início do livro dura um tempo desnecessário, mas fica impossível não entender suas motivações e gostar da garota.

Eu amo esses novos livros da autora porque os personagens são muito maduros. Eles não ficam fazendo joguinhos, não tem crises de ciúme o tempo todo. Tá legal que demoram um pouco pra ficarem por causa da Nat, mas quando acabam juntos, não tem toda essa baboseira. Diria que as autoras estão apostando em personagens assim e acertando e muito. O livro está marcado como erótico mas eu não acho que existam tantas cenas assim, então podem ler sem medo.

Apesar de sentir que esse livro não foi tão bom quanto os outros que li da Vi, ele não peca em nenhum momento. O enredo e os personagens são gostosos de acompanhar e a narrativa continua deliciosa.

Comentários

  1. Oi, Mi!
    Esse livro é minha próxima leitura. Espero curtir como você.
    Às vezes é bom o casal demorar a ficar junto. Cria mais expectativa hahahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu
      Espero que tu curta, eu gostei mas acho que a Vi tem livro melhores, tipo O Jogador e Egomaníaco.

      Excluir
  2. Olá td bem? Amei seu post,seu conteúdo esta muito bom. Vou acompanhar o blog ,Sucesso :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mundo Feminino
      Seja bem vinda ao blog! :)

      Excluir

Postar um comentário

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤

Formulário de contato