As infinitas possibilidades do nunca - Juliana Dantas | Resenha


Sarah é uma garota inteligente que nunca se envolveu com ninguém.Antes de ir para a faculdade, ela fez um acordo com seu melhor amigo Leo: se em um ano nada mudasse, eles perderiam a virgindade um com o outro quando ela voltasse para casa.
Com a aproximação das férias, Sarah percebe que Leo está muito ansioso esperando sua volta, a fazendo desconfiar que o amigo pode ter mais sentimentos por ela do que seria permitido. Com medo de estragar a amizade, Sarah decide perder a virgindade antes de reencontrar Leo.
O estudante de astronomia Nathan Cole é rico, bonito e de uma família importante. Porém, é um total mistério porque ele nunca se envolve com ninguém. Até Sarah James entrar em seu caminho, lhe pedindo que tire sua virgindade.
E para a surpresa de Sarah, Nathan não só aceita, como lhe propõe que fiquem juntos por dois meses em um acordo de sexo sem compromisso.
Porém, a vida é feita de infinitas possibilidades, mesmo quando o acordo é nunca se apaixonar.
Romance | 300 páginas | Editora Amazon

Depois da indicação da nossa amiga Alê sobre mais um livro da Juliana Dantas, eu não resisti e me rendi a essa história também. Sendo bem sincera, minha experiência com a Ju se resume a Noiva por acaso e Um noivado nada discreto, e apesar de ter gostado muito da escrita da autora, eu achei sua protagonista muito infantil, e tinha medo de encontrar o mesmo em outras obras dela, mas a autora amadurece muito na narrativa de As infinitas possibilidades do nunca e eu fiquei apaixonada por essa história e pelo seus personagens. 

Sarah é uma garota de cidadezinha pequena bem comum, e talvez seja por isso que ela aos vinte anos de idade ainda não perdeu a virgindade. No último verão antes da faculdade, ela e seu melhor amigo Leo fazem um acordo de perderem a virgindade juntos se um deles não perder antes. A ideia parece inocente a princípio, mas quanto mais o tempo passa e um novo verão se aproxima, mais Sarah entende que se ceder ao charme de Leo, ela pode acabar perdendo seu melhor amigo.
Para que isso não aconteça, ela resolve que vai perder a virgindade antes e resolve ir a uma festa com sua colega de quarto para conseguir o cara ideal. Mas as coisas não saem bem como planejado e Sarah acaba conhecendo Nathan, um popular estudante de astronomia filho de um ex-senador. A amizade entre eles está fora de questão e impulsionada por um pouco de bebida, Sarah faz a pergunta de um milhão de dólares. No começo Nathan fica extremamente assustado e acha que ela está zuando com ele, mas ao analisar melhor a situação, ele percebe que o acordo é benéfico para dois, ainda mais ele que não quer se envolver com ninguém no momento e procura algo totalmente casual. 

Mas nunca é só isso né meninos? Então leiam pra saber o que acontece porque eu fiquei apaixonada! Ouso dizer que esse livro se assemelhou um pouco as obras da Elle Kennedy e as da J.  Lynn, por causa do ambiente escolar que eu sinceramente amo. Ju conseguiu transpassar a sensação de presença desses fatores, o que ajudou muito para conseguimos visualizar melhor as interações dos personagens ao ambiente. 
De começo eu achei a Sarah uma personagem bem chata, nada demais, sem graça até a tampa e muito cri cri. Ela era tão certinha que dava sono, mas ao longo da trama sua desenvoltura vai sendo medida e nós iremos descobrir outra garota, mais vivida e mais aberta a novas experiências. Nathan é um personagem incrível, fofo, divertido, com uma sensualidade não fatal, mas latente. E claro, há um segredo que ele esconde que será somente revelado lá no final, bem do jeitinho que a gente adora!

O livro é lindo! Eu me surpreendi muito porque vi maturidade na narrativa, na criação dos personagens e nos temas abordados. O nascimento do casal é bem genuíno, algo simples mas potente. E as emoções finais... o livro é repleto delas! Eu chorei, me diverti e tenho certeza que vou levar essa história para aquecer meu coração. A autora acertou em cheio nesse enredo e ficou perfeito no final!
  1. Oi Mi,
    Eu amei demais esse livro ♥
    Acho que até agora, é o meu favorito da Juliana Dantas.
    Ele é muito sensível e bem construído, com um final cheio de esperança e uma mensagem bem positiva.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ale
      Eu senti o mesmo que você, fiquei encantada. Amei <3

      Excluir
  2. Oi, Mi!
    Eu acho a capa desse livro linda, mas ele ainda não me deu aquele tchan para ler, sabe...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu
      Se quiser se emocionar de alguma forma, só cair de cara na obra.

      Excluir
  3. Oi Mi, gostei do enredo, tb não gosto de personagens muito certinhas, mas que bom que mesmo assim a obra te agradou!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi
      O desenvolvimento da Sarah é bem feito, eu amei essa obra.

      Excluir
  4. Amo histórias assim, bem glichê.
    Ótima resenha.

    nayanemartins.com

    ResponderExcluir
  5. Amei sua resenha Miriã.
    Sigo a autora nas redes sociais, porem nunca li nenhum livro dela. Confesso que estou louca para ler As infinitas possibilidades do nunca, parece ser uma história totalmente incrível.
    Já está na minha lista de leituras ;)

    https://garotaeraumavez.blogspot.com/

    ResponderExcluir