Antes de dormir e outros contos - Jefferson N. Fernandes | Resenha

“Antes de dormir e outros contos” são textos fictícios, ainda que seja próximo da realidade de algumas pessoas que possam se identificar com determinada estória.


Livro cedido em parceria com o autor


Antes de dormir e outros contos é uma coletânea que possui 24 contos rápidos e interessantes de ler. Apesar de ser curto, é um livro que nos traz reflexões e consegue transpassar muitas emoções conflitantes através de suas páginas.


O autor consegue fazer com que a gente se insira dentro de cada conto, fazendo parte da história e já imaginando quem será o personagem e o tema que será retratado. E o mais legal é justamente isso: tentar adivinhar sobre o que o autor está falando.


Seus personagens são pessoas comuns, mas que possuem certas peculiaridades - uma mãe que perdeu seu filho, um morador de rua, uma prostituta, um jovem negro que desde cedo vê o racismo incrustado em sua sociedade, uma esposa vítima de violência doméstica... - é como se o autor quisesse focar em cada problemática mostrando todos os seus ângulos, mas de uma forma limpa e sensível. Atenção: Não são contos de amor ou com finais felizes. São contos reais, sinceros, muitas vezes puros e cruéis, e alguns são tão intensos que me fizeram chorar. 


A emoção que eu senti lendo cada conto deixou uma sensação agridoce, porque ao mesmo tempo que a escrita é rica e poética, deixando o leitor com uma sensação gostosa, ela também traz reflexos da realidade cruel e difícil de várias pessoas, nos fazendo sentir apáticos e imponentes, porque sabemos que nem sempre podemos ajudar.


Muitas frases me marcaram, muitas histórias me deixaram impactada e nem todas foram histórias lindas. Mas a narrativa do Jefferson é tão gostosa de ler, que você fica completamente impressionado com os acontecimentos e os rumos que esses trechos vão nos levando. A narrativa dele é delicada, e apesar dos temas propostos, em nenhum momento se torna pesada. 


É um livro que fala de tudo um pouco, mesmo em tão poucas páginas. Mostra que o ser humano pode ser feio, apesar de tudo para ser bonito. Traz uma grande reflexão sobre como nós somos passíveis de erros ao nos colocarmos em várias situações na busca por algo que nos complete, e também traz um contraponto, mostrando a desigualdade social tão escancarada e muitas vezes esquecida. Em nosso próprio egoísmo, às vezes pensamos somente em nossos problemas, deixando de perceber que existe um mundo que sofre com a fome, com oportunidades desiguais, com o racismo e o preconceito. Então é uma leitura que me fez abrir os olhos para certas questões e também ter um olhar mais empático sobre elas. 


Eu gostei muito e fiquei realmente surpresa com o que encontrei nessa obra. Super recomendo! Abaixo vocês encontram alguns dos meus quotes favoritos ❤ 


Nada me desaponta mais que decepcionar meu passado, cheio de belas fantasias utópicas, entregando um presente de desesperança.

 

Nunca me senti tão vivo ao deixar essa dor sair de mim. Nunca me senti tão vivo ao caminhar para o doce descanso eterno que me espera.

 

Quando perde a dignidade e o autorreconhecimento de que é um ser humano, o que sobra senão vagar como um fantasma?


 

Como poderia ser feliz por me sentir preso em uma ideologia que não me encaixo? Como poderia dizer o que penso sem sofrer uma represália?

 

Estar em um convívio de pessoas onde você se sente aprisionado, e assim fica se coibindo a ser o que é de fato, não é viver. É morrer lenta e dolorosamente aos poucos.

 

O dinheiro comprava minha felicidade, até que a felicidade ficou cara demais para o dinheiro poder adquiri-la.

 

Vendi minha integridade a uma vida de submissão para adquirir uma vida de luxos e, agora, enquanto maquio para remover o roxo em meus olhos, também maquio minha tristeza em um lindo sorriso em um batom vermelho, e saio para mais uma noite de luxúria e riqueza.

 

O dinheiro cria um mundo de fantasia, uma bolha, onde todos sorriem para você, mesmo o odiando.

  

Ele cultivou o cinza, não havia como colher arco-íris.

 

Meu dinheiro não pode pagar minha liberdade, já que é a ele que estou cativo.

 

Quero lhe pedir desculpa por te impedir de sorrir, por tanta tristeza que provi, e por eu ser o mal que lhe fez desistir de viver.

 

Não é difícil amar alguém, mas é muito árduo quando se ama a pessoa errada, pior ainda é quando o coração não reconhece isso e insiste em achar que é a pessoa certa.


Antes de dormir e outros contos | 39 páginas | Publicação Independente


19 comentários

  1. Como eu ainda não conhecia o livro, fiquei encantada com isso de contos e para dormir rs
    Mas senti que meio que funciona ao contrário, pois trazem toda essa reflexão tão necessária a cada um de nós!
    Com certeza, espero de coração, ter a oportunidade de ler esse livro!!!
    E claro, pensar a respeito.
    beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que pouquinhas páginas ne?! Mas sabe que eu acho que às vezes livros assim são ótimos pra nos trazer de volta, rapidinhos, mas que nos fazem refletir o dia a dia.
    Obrigada pela dica :)

    ResponderExcluir
  3. Amo esses livros com histórias fictícias, mas que são verossímeis à realidade.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  4. Bem pequeno porém impactantes né? A capa da até um pouco de medo do que a gente vai ler e acho que é porque é como você disse,coisas reais demais mas que nos ajudam a enxergar as coisas de outra forma,fiquei interessada em ler... Obgd pela indicação

    ResponderExcluir
  5. Intenso! Cru! Por isso tão poucas páginas..
    Foge muito do que costumo ler mas não deixa de ser interessante

    ResponderExcluir
  6. Oi!

    Eu gosto bastante de livros de contos e esse parece interessante, justamente porque aborda temas muito frequentes na vida. É bom ler coisas mais intensas e reais, isso nos influencia a pensar de forma mais crítica sobre assuntos importantes.

    ResponderExcluir
  7. Miriã!
    Gosto de autores que trazer um enredo pé no chão como costumo dizer, onde os fatos e as personagens nos transportam para acontecimentos do cotidiano e não tem como não nos identificarmos de alguma forma.
    Gostei também de ver a diversidade que ele imprimiu nas personagens, deve ser uma leitura interessante.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Adorei os quotes, alguns são realmente reflexivos. O livro parece ser ótimo e olha que eu nem sou fã de contos, mas estou achando eles bem práticos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Mi!
    Achei a capa do livro muito forte e expressiva! Já dá para ter uma ideia dos temas abordados e achei interessante, apesar de não ser o meu tipo favorito de leitura ;D
    Amei a resenha!

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mi! Tudo bom?
    Achei a capa um pouquinho engatilhadora/pesada demais, e não é o tipo de história que me interessa muito em leitura, principalmente agora que tô mais na vibe de fantasia e contemporâneos.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Como você pontuou, o autor coloca histórias muito pesadas e necessárias, não sei se to na vibe de ler algo assim agora, mas fiquei com muita vontade de ler esse livro, já adicionei na minha lista.
    E ele é bem curto, <3

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Mi, tudo bem?

    Eu consigo digerir melhor temas fortes em contos, acho que super leria! Me pareceu uma ótima proposta!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. Oi Mi,
    Infelizmente, contos geralmente não são boas experiências para mim. Então eu já desanimo e como estou bem focada nos romances atualmente, acho que perderia o ritmo de leitura. Porém, não descarto que futuramente essa seja uma boa escolha para sair da zona de conforto.
    beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Miriã!
    Gosto de contos, mas de contos sobre o amor e sobre a vida, que possuem finais felizes, sabe?! Não curto contos sobre a realidade, do tipo cruéis e intensos iguais aos contos de Antes de Dormir e Outros Contos, leio para fugir da realidade difícil por isso evito ler livros com histórias assim... Mas essa parece ser uma ótima dica para quem gosta do estilo, e como uma leitora de livros nacionais desejo todo o sucesso ao Jefferson N. Fernandes!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  15. Olá, Miriã.
    Só pela capa já dá para ter uma ideia do tema que os contos traz. E depois li um quote ali, o segundo, que foi bem o que pensei mesmo. Acredito quer não leria ele, mesmo você falando que não é pesado. Não estou no momento de leituras assim então vou deixar passar a dica.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  16. Nossa miga, achei a capa super pesada :( não sei se leria justamente por causa disso, me deu uma sensação ruim só de ver...
    Não que eu não goste de ler sobre temas mais tristes e reais, eu gosto muito, mas tem vezes que a gente não tá no clima, né? Mas que bom que apesar de tudo a narrativa não é pesada!

    Beijo!
    https://www.roendolivros.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá! Confesso que só a capa já me deixou impactada e receosa quanto a leitura, mesmo sabendo que é aquele tipo de leitura necessário, tenho receio de acabar entrando numa resseca depois, mas é impressionante saber que temos tanta história em tão poucas páginas.

    ResponderExcluir
  18. Fátima Menezes24.11.20

    Oie. Não conhecia o livro, então gostei da indicação. Obrigada! '-'

    ResponderExcluir
  19. oii, uau, bem intenso esse livro, mas gostei da resenha. E uma ótima dicas de livros.

    Beijos!
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤
Comentários PLAGIADOS NÃO SERÃO ACEITOS!

Capítulo Treze © . Theme by STS.