Escolha perfeita - Mari Sales | Resenha


Nem sempre a vida de Murilo Antunes foi assim. Sua família agora era apenas ele e sua filha de cinco anos, que cuidava com muito carinho e proteção. Ele não deixaria que o abandono da mãe afetasse a criança que não tinha culpa pelas escolhas maternas.Ele seria autossuficiente.Ter uma rotina agitada como advogado e sensei, era quase certeza de que Murilo deixaria algo passar. O olhar observador e quase triste de Iara chamou atenção de Maria Augusta, professora de balé e curiosa de plantão. Envolvidos em uma competição de Judô, em plena comemoração da escola do dia dos pais, Guta e Murilo se veem envolvidos através de Iara.Primeiro ela se apaixonou pela criança e depois, sem perceber, já estava completamente admirada por esse pai dedicado e amoroso.Será que Murilo daria brecha para a aproximação dela? Não importava a resposta, uma vez que Guta estava disposta a tudo por conta da forte conexão que sentiu por eles.
Romance | 150 páginas | Editora Independente  

Murilo é pai da doce Iara, uma garotinha de apenas 5 anos que é o centro do mundo para ele. Desde que a mãe da garota os abandonou há dois anos, ele trabalha loucamente para conseguir ser mãe e pai, e não deixar nada a garota faltar. Até a leva para os treinos de judô onde pode ficar de olho nela já que é professor de luta da escola da filha.

Só que na verdade Iara não quer fazer judô, ela quer fazer balé, só que ambas as aulas são no mesmo horário e seu pai é muito cabeça dura para perceber o desejo da filha, e quem está disposto a abrir os olhos dele é Maria Augusta, a professora de balé. 

O problema é que Murilo vê com desconfiança cada pessoa que tenta se aproximar dele e da filha, então seu comportamento a respeito de Maria Augusta não é o dos melhores. Mas a mulher é intrometida mesmo e só irá desistir quando ela colocar um pouco de juízo na cabeça do professor, enquanto tenta não se apaixonar no processo.
Escolha perfeita é um livro bem curtinho mas bem desenvolvido que vai encantar seu coração. A escrita da Mari Sales é bem divertida, descontraída e muito gostosa, é impossível não gostar de seus personagens e da forma como ela traz maturidade a eles. É óbvio que o enredo possui clichês e se você imaginou que a mãe da Iara iria reaparecer para atrapalhar o casal, você não está enganado (isso nem deve ser considerado spoiler de tão óbvio), mas é a forma como a autora desenvolve isso que é fenomenal e muito surpreendente. Mas aí você precisa ler para saber o que realmente acontece né?

Maria Augusta é bem a gente tentando entrar na vida do crush chutando a caçamba do lixo e fazendo mó barulhão. A mulher é intrometida mesmo e não tá nem aí, quando coloca algo na cabeça só cansa quando consegue e foi essa característica bem divertida que força Murilo a vê-la com outros olhos. Murilo por outro lado é um pouco ignorante e grosso, mas até entendo porque ninguém gosta de gente fofoqueira né, mas eu adorei como ele vai se deixando levar aos poucos pela espontaneidade da Maria e mudando seu jeito de ser e de também educar a filha. E por falar nela, Iara é um amor de pessoa (mas também possui aquela famosa birra que vemos em crianças de sua idade). 

Eu achei os personagens divertidos e muito maduros, sem aqueles joguinhos bobos que encontramos nos livros de romances. Escolha Perfeita é uma ótima leitura para quem gosta de obras simples e bem escritas, e também algumas ceninhas calientes porque ninguém é de ferro né?

  1. Olá, Mika!
    Acabei de ver seu post no Instagram e é claro que eu ia ler essa resenha, hahaha. Eu amei o enredo, não tenho muita paciência para essas enrolações de brincadeirinhas e pelo que você disse eles não têm muito isso, então eu com certeza vou devorar esse livro. Obrigada pela dica.

    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Duda
      O livro é curtinho mas foi bem escrito e isso é o que vale né? Eu adoro romances maduros com uma pitada de diversão.

      Excluir
  2. Pela resenha eu já gostei da Maria rsrsrsrs parece divertida, mais um pra minha lista!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mi! Tudo bom?
    Adoro uma personagem carismática, e pelo jeito essa Marina é bem assim. Maaaas tu me conhece, e livro assim precisa de algo muito TCHAM pra me fazer querer ler - faltou alguma coisa nessa premissa :/

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Miriã!

    Ainda não conhecia a obra mas achei bem fofa, é difícil vermos livros onde o homem que é abandonado e tem que cuidar sozinho da filha, só pela sua resenha já dá pra ver que ele é um pai maravilhoso e que merece encontrar um amor verdadeiro. Fiquei curiosa pra ler a obra!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mi!
    Salvando o conto pra quando quiser ler algo fofo e clichê, que é minha combinação pra sair de ressacas literárias
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio de aniversário Balaio de Babados e O que tem na nossa estante. Participe!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Mika!
    Confesso que pela capa não me chama a atenção. Muito livro hot para o meu gosto, hahaha.
    Mas adorei a sinopse e a sua opinião sobre ele.
    Sinto que vou achar super fofo!
    Ri muito da sua referência da caçamba de lixo e barulho, hahaha.

    Beijooos

    Teca Machado
    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  7. ah bacana esse tipo de leitura rapida que alegra nosso coração! gostei mt da sua resenha
    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  8. Oiii Mi

    Achei legal justamente pelo livro ser curtinho mas ainda assim muito bom, leve e descontraído, to precisando de algo assim. Eita, essa Maria Augusta deve ser uma comédia, achei engraçado e só imagino o par que ela tenta fazer com o Murilo, tão diferente dela, coitado...rsrs

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir