Capítulo Treze

books and geek world

Mika
Oi gente! Aqui quem fala é a Mika. tenho 22 anos e estou terminando o curso de Administração da UnB (amém!). Eu adoro livros, especialmente os romances. Amo me perder nas histórias acompanhada de uma boa xícara de café.

Por que não migramos totalmente para as outras redes sociais?

Muito se perguntou há um tempo atrás se seria o fim da blogosfera, isso por causa do fluxo intenso de blogueiros que migraram para o Instagram e Youtube e abandonaram seus blogs. Eu até pensei que seria sim, o fim. Isso porque cada vez mais vejo menos interação por parte dos blogs literários aqui, muitos amigos pensando ou decidindo encerrar o blog de vez. Até eu mesma não tenho conseguido postar como antes. Seja por falta de criatividade, tempo ou até preguiça mesmo, as coisas estagnaram um pouco e muitos enxergam as outras plataformas como as únicas soluções. Mas para mim isso não é uma opção!

Conversando com a Kamilla do Lendo e Apreciando (que comentou via Twitter a possibilidade dela largar o blog), eu pensei nos fatores que me fizeram não querer migrar de vez para o Instagram ou Youtube. É claro que eu quero ser uma blogueira de sucesso! Ganhar dinheiro é um sonho um tanto quanto inalcançável, mas receber engajamento com os seguidores já é metade do caminho percorrido, e como vocês bem sabem, no blogger isso não é tão fácil de acontecer como antigamente. Conseguir visitas ou novos seguidores tem sido um grande desafio pra mim. Parece que eu parei nos 800 e não saio dali. Será que as pessoas não visitam mais blogs? Será que as pessoas não leem mais resenhas? Isso são questionamentos que eu não tenho a obrigação de responder, mas de alguma forma tento contornar.

E como muitos eu resolvi criar um canal no Youtube. Não pensem que foi pra ganhar dinheiro com isso, não (na verdade, eu queria uma forma de divulgar meu TCC, mas isso é post pra outra história). Sendo assim, me empenhei, aprendi a editar e até comprei uma iluminação... mas assim com o blog, é algo que exige tempo e bastante dedicação. Coisa que neste momento é inviável para mim. Eu tenho TCC pra terminar, 5 matérias para passar e um futuro incerto no mercado de trabalho. Fazer crescer um canal nessas circunstâncias é quase impossível (ás vezes até me arrependo de não ter feito um canal anos atrás, quando tive a ideia). Agora tudo tá muito saturado, e um canal saindo do forno é muito difícil de desenvolver. Por isso, eu acredito que o Youtube é uma boa complementação do blog, mas não é algo que eu quero me focar neste momento, aliás, nem posso. E pra mim também não adianta ter um canal e usar o blog só pra ficar divulgando vídeo. Isso é algo que eu detesto em alguns blogs que sigo, porque quando vou lá ler o post, quero um texto, algo completo... não um post vazio somente com um link para uma outra plataforma entende? Ou você fica com o blog pra escrever, ou migra de vez pro Yb. E ponto.

Aí me perguntaram do Instagram. Se tem uma coisa que realmente cresceu nos últimos anos foi essa rede social. Antigamente o Instagram servia só de vitrine para postar algumas fotos do dia-a-dia, nada muito sério. De repente o negócio explodiu e agora um novo modelo de negócio surgiu. Assim como o Yb, ter um insta com muitos seguidores é ótimo para o influenciador digital. Você consegue atingir mais pessoas e monetizar muito mais, mas até você conseguir seus 10 mil seguidores, leva muito tempo... O instagram é muito levado por números para funcionar e por isso vários perfis procuram engajamento, seja através das legendas das fotos ou dos stories. Mas se tem uma coisa que me cansa, é escrever no celular. Eu mal consigo escrever legendas pras minhas fotos no ig pessoal, imagina escrever tanto ao ponto das pessoas irem lá e responder meu post. É muito pra mim! É claro que várias pessoas tem esse talento e conseguem fazer isso tranquilamente, e fazem todo santo dia, mas eu não tenho esse dom. Não consigo escrever muito e morro de preguiça de digitar no celular. Imagina postar uma resenha por ali? É horrível, sério. A formatação do texto é bem ruim e a caixa não deixa escrever muito. Se você for postar uma breve opinião da obra, tudo bem. Mas uma resenha completa, não dá nem a metade. Aí muitos se veem obrigados a escrever nos comentários, e fica tudo fora de ordem... uma bagunça que só! Por isso não, eu entendi que o instagram também não é pra mim.

E por isso eu continuo aqui no blog. Ás vezes bate a vontade de tacar tudo pro alto, excluir e sumir, porque a gente tem dessa, mas eu imagino a falta que escrever iria me fazer e lembro de todos os amigos que conheci aqui, os blogs que adoro visitar e penso que não dá pra largar disso de uma vez. Eu imagino que daqui alguns anos o blog será praticamente um Tumblr, praticamente inabitado por pessoas mas com alguns remanescentes. Eu sinceramente espero que isso não aconteça, mas pelo andar da carruagem, é essa imagem que eu tenho. Queria eu que o Mark lá criasse outra rede social parecida com o blog e aí sim estaríamos todos salvos, mas a vida não é assim. Então de textos com quase 700 palavras, vão começar a ser textos com apenas 50.... e do nada a gente vai só falar que gostou e pronto, e nem explicar o porque. 

Isso não quer dizer que eu vou deixar de ter o canal do Yb ou o ig! O que eu quis dizer com tudo isso aqui, é que apesar de gostar dessas redes sociais, não acho que elas serviriam como meu veículo principal para interagir com vocês como é o meu blog. Por isso que continuarei aqui até que a vontade desapareça. E quando isso acontecer, a gente se encontra nas outras redes sociais.

Comentários

  1. Oiii Mi

    HOnestamente, eu acho que não é o blogger não. Tem blogs de moda que ainda recebem bastante acesso, os de beleza também, e até os de culinária. Percebo que a maior crise está sendo justamente no ramo literário, e a crise não é só blogger, no geral as pessoas não querem mais ler resenhas mesmo, a leitura virou um luxo em um país constatemente em crise, cheio de corrupção e que desvaloriza a cultura no geral (já foi em teatro pra ver como estão muitos vazios, até mesmo descuidados?). As editoras estão sempre em crise, livros vendem pouco e falar de livros não dá ibope, apenas se vc já for um youtuber bambambam.
    Não acho que o blogger vai acabar. Ele sobreviveu a febre do facebook e acho que sobrevive a febre do instagram tb. A função do blogger é ser um diário virtual, que vc pode personalizar e escrever o que vem à mente. Já o insta te obriga a postar do celular (coisa que tb odeio), só é válido se tiver a foto pra postar (algo que na maioria das vezes me falta criatividade e até mesmo saco pra fazer porque produzir uma foto tb demora seu tempo) e tem um espaço limitado (passou disso vc tem que usar os comentários ra terminar de postar e não fica tão bacana), por isso acho que o blogger ainda sobrevive porque apesar de ter deixado de ser novidade, ainda está aí, e por mais que alguns blogs fechem, outros tantos abrem tb.
    Uma coisa que seria muito legal seria uma plataforma como o twitter mas com um espaço bem maior pra gente postar. Aí sim seria complicado pro blogger. Porque o twitter é interativo e se houvesse a possibilidade de postarmos ali, a chance de muita gente migrar seria grande já que além de interativo ele é mais simples e menos exigente que o instagram que requer fotos ou mesmo que o facebook que já não dá preferência pra páginas mas sim só perfis.
    Ultimamente tenho notado um feedback grande postando as resenhas no Skoob, Goodreads e Amazon. Tenho notado que quem comprar livro e compra muito já se habituou a ler as resenhas da própria Amazon por exemplo pra se decidir entre comprar ou não, então digo pra todo mundo que vale a pena postar as resenhas lá tb (não precisa nem ter comprado o livro, basta ter o perfil criado no site da Amazon).
    Por enquanto eu também não penso em abandonar o blog, amo esse cantinho e acho que de todos o blogger ainda é meu favorito. O Youtube é legal, mas requer um tempo e disponibilidade que não tenho entre filmar e editar, acho que não é compativel com a minha vida agora, mas quem sabe um dia. Ainda assim tenho certo que não troco o blogger pelo youtube não.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivy
      Eu acho que você teve uma visão bem mais acertada do que eu. Eu não gosto do Skoob e da Amazon pra postar resenhas porque eu prefiro o blog para compartilhá-la. Acho que o fato do meio literário estar decaindo é um dos fatores importantes aqui. É claro que tem blogs de modas com vários acessos, e conseguir leitores para o nosso é muito difícil. Não é todo mundo que lê, ou que se dispõe a ler sobre livros; É triste, mas uma realidade. O nosso país não fomenta isso, na verdade eles preferem que a gente nem tenha conhecimento KKKK Mas o que eu acho chato no Youtube é que só gente que tem muitos inscritos conseguem chamar a atenção de alguém, e é muito difícil os que estão seguindo esse caminho se desenvolverem. Parece que aqueles que chegaram lá conseguiram alcançar a medalha, mas quem tá tentando ainda vai ralar muito... e ninguém ajuda, ou explica. Eu como uma pessoa que posto no youtube, acho que só pela dedicação em editar os vídeos já deveria ser reconhecida, porque dá muito trabalho... mas eu espero mesmo que criem uma plataforma onde nossas resenhas (e nem só isso, tudo sobre o universo literário) sejam acessadas e compartilhadas, e nosso trabalho não seja perdido. É tão triste quando postamos algo tão legal e nem uma pessoa visualiza ou lê. Eu nem gosto do instagram, uso mesmo porque vi que isso é um diferencial no blog, mas não é minha matriz. Eu prefiro escrever mais abertamente aqui do que ficar contando meus caracteres lá.
      Beijo! Obrigada pelo comentário. Enquanto isso seguimos firme e forte.

      Excluir
  2. Oi Mi, eu ainda tenho bons acessos no blog, mas concordo que a interação é bem menor do que nas redes sociais. Só que elas morrem né? perdem tb o fluxo e daí prefiro manter o blog mesmo rrsrsrs claro, sempre de olho no instagram, youtube na medida do possível.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, Mi
      É sempre bom a gente deixar o blog como uma constante né? Eu prefiro assim também, é muito mais seguro. Acho que pelo fato do meu blog não ser tão antigo quanto o seu, ou reconhecido até, por isso não tenho tanta interação, mas sempre estou em busca dela.
      Beijo!

      Excluir
  3. confesso que nesse ano de 2019 pensei a mesma coisa, em abandonar o blog, não consigo mais postar como antes e não sei porque :/ porém aqui é meu cantinho e nao pretendo abandona-lo <3
    https://dose-of-poetry.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Passei por essa mesma dúvida nos últimos dias, mas não acho que conseguiria abandonar o blog.
    Sinto que aqui tenho mais liberdade e, particularmente, acho que as redes sociais podem ser um complemento do blog, e não necessariamente precise acabar com ele. Muito feliz em saber que não pretende sair da blogsfera.

    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
  5. Anônimo30.10.19

    Em um curso de mídias sociais eu perguntei pra palestrante "ficar com o blog ou só com o Instagram?" ela disse pra nunca abandonar o blog, que ele é seu, mesmo que algum dia a plataforma se encerre, você faz backup pra outra plataforma, e ja o instagram não é seu, você pode perder tudo num click...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤

Formulário de contato