Últimos posts

Em casa para o Natal - Cally Taylor | Resenha


Ela tem a vida quase perfeita. Seu único desgosto é nunca ter ouvido as três palavras mágicas: eu amo você. Assim como em seu primeiro livro, O céu vai ter que esperar!, Cally Taylor, no divertido Em casa para o Natal, une com maestria romance e comédia, mas, desta vez, com uma diferença: na época mais especial do ano, o Natal. Quando lançado na Grã-Bretanha, fez enorme sucesso, figurando nas principais listas de mais vendidos.Beth Prince sempre adorou contos de fadas e acredita que está prestes a viver um final feliz: tem o emprego dos sonhos em um charmoso cinema independente e um namorado maravilhoso chamado Aiden. Ela faz parte de um grupo privilegiado de pessoas que trabalha com o que ama, e o entusiasmo pelos filmes intensifica a busca por seu próprio “felizes para sempre”. Só há um problema: nenhum homem jamais declarou seu amor por ela. E, apesar de acreditar que Aiden é o príncipe encantado, a protagonista desconfia de que ele tem medo de dizer “eu amo você”. Desesperada para escutar essas palavras mágicas pela primeira vez, ela resolve assumir as rédeas do destino — e acaba se arrependendo.
Com Em Casa Para o Natal, Cally Taylor brinda o leitor com uma deliciosa comédia romântica que tem como pano de fundo o espetacular universo do cinema e os tempos festivos do Natal.
Beth Prince tem o que muitas mulheres sonham: o emprego que ama e o namorado perfeito. Nada poderia estar melhor. O problema é que o lugar onde trabalha, um cinema histórico chamado Picturebox, está mais pra falido do que nos seus dias de glória, e seu namorado, mesmo após dez meses de relacionamento, nunca lhe disse "Eu te amo". Na verdade, nenhum dos ex-namorados de Beth lhe disse essas três palavrinhas, o que a corrói por dentro. Por isso ela decidiu que não irá falar também, só até que a pessoa se declare antes. O que tá bem longe de acontecer...

Matt é gerente do cinema Apollo. Ele também não teve sorte nos relacionamentos, isso porque faz algumas semanas que terminou com Alice, e ela continua o perseguindo. A garota é completamente passional, e vigiava tanto os passos de Matt que ele simplesmente se cansou. A única pessoa em quem confia de verdade é seu avô, com quem tem uma ótima relação. Ele e Beth são completamente diferentes, mas não é que possuem algumas semelhanças?
Não falei muito do enredo para não estragar sua experiência com a história, mas se você entende de romances tanto quanto eu, já sabe que esses dois vão acabar se entrelaçando né? De uma maneira simples e bem humorada, Cally Taylor nos entrega um romance britânico bem gostosinho de ler. Se você gosta das obras da Sophie Kinsella, Jane Costello e Beth O'Leary, talvez consiga se encantar com essa obra também. 

Beth é uma personagem muito fofa, que dá vontade de guardar num potinho. Ela é fora dos padrões, divertida e muito estabanada, então de cara já curti a personagem. Me identifiquei muito com ela através das suas inseguranças, em sempre não se achar boa o bastante para as pessoas. Mas Beth vai descobrir que o problema é que ela é BOA DEMAIS! E ver seu desenvolvimento ao longo da trama foi muito legal.
Matt também é um personagem bem interessante e fofo, mas consegue se meter nas maiores confusões ao tentar tomar atitudes que ele considera certas. O envolvimento dele com Beth não acontece de imediato, é algo que é construído aos poucos e de forma gradual. Até porque eles estão em relacionamentos conturbados e também precisam de um tempo para se encontrarem e descobrirem o que quer. O fato da autora não jogar os personagens logo um em cima do outro me agradou bastante porque consegui ver que ela soube desenvolver o casal sem forçar logo de cara. 

A obra é bem divertida e a autora tem uma narrativa simples e gostosa, do tipo que faz você ler o livro inteiro em apenas uma tarde. Os momentos finais são emocionantes e conseguem aquecer o nosso coração. Mas se você está achando que a obra se passa no Natal, já vai tirando seu cavalinho da chuva. Ao contrário do que parece, a história é relatada antes desse feriado, mas o título também não é por acaso. Só lendo pra entender!

Se você curte chick-lits engraçados e com aquela pitada de romance, você pode ler Em casa para o Natal tranquilamente.

EM CASA PARA O NATAL | 350 PÁGINAS | EDITORA BERTRAND BRASIL | NOTA: 5/5

Comentários

  1. Essas histórias da época é muito envolvente. Principalmente para mim que adoro o Natal. Já quero ler.

    www.queroserblogueira.com.br
    Blog pessoal: www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Terminei sua resenha sorrindo feito boba kkkk provavelmente vou gostar desse livro. Geralmente evito todos os livros que têm Neve ou Natal, não sei o quem tem, que eu não gosto, mas acho que gostei desse romance. Foi anotado, bora ver se consigo ler agora haha
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  3. Oi
    eu quero ler esse livro, ainda mais por envolver a época do natal, parece ser uma leitura gostosa e que bom que também gostou, já fiquei curiosa com os personagens.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi, pela descrição parece um livro gostoso mesmo de ler e amo personagens que dão vontade de colocar num potinho

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Olá, Miriã.
    Eu comecei a ler e já lembrei dos livros da Sophie Kinsella hehe. E como gosto muita dela acho que vou gostar desse também. Se der vou ler ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Olá..
    Adorei a sua resenha!
    Ainda não conhecia a obra em questão, mas pelos seus comentários pude perceber que com certeza é um livro que me agradaria. A premissa é bem legal e, é claro, já anotei a sua dica!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. muito legal a dica dessa obra temática agora pro Natal ainda mais de leitura gostosa e rápida assim

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mi! Tudo bom?
    Chick-lit não é meu gênero favoritoooo, mas se tem Natal no meio da história já fiquei um pouco mais interessada. É minha época favorita do ano e não tem histórias suficientes ambientadas nela! Vou procurar.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤
Comentários PLAGIADOS NÃO SERÃO ACEITOS!

Form for Contact Page (Do not remove)